Por que os blogs não acabam?

Uma das coisas mais interessantes sobre a internet é como as coisas evoluem, muito rápido. E há sempre coisas novas. E aquilo que já está ultrapassado ou já não é tão usado pelas pessoas…simplesmente cai no esquecimento ou desaparece.

E também tem aqueles que são substituto por coisas novas. Nós temos o clássico Orkut que foi substituído por todas as outras redes sociais mais modernas depois dele. Por mais que as pessoas gostassem, achassem interessante aquele formato, ele foi substituído.

Mas também tem algo curioso: isso não aconteceu com os blogs! Os blogs estão aí há muitos anos, praticamente desde que a internet comercial existe e está à disposição das pessoas. E os Blogs não acabam. Os blogs não são superados pelas redes sociais ou pelos novos serviços ou por outras plataformas. Isso é bastante curioso!

Mas, ao mesmo tempo, a gente sempre ouve que os blogs estão morrendo, que os blogs estão acabando… Por que os blogs não morrem de uma vez?

Eu tô aqui pra defender o que acredito. E eu acredito que os blogs são uma grande ferramenta que tem hoje na internet e eles são insuperáveis em diversos aspectos. Não dizendo que outras redes sociais são ruins ou que outros serviços que existem na internet são inferiores ou piores.

Mas para aquilo que eu faço e pra tantas outras pessoas, inclusive a grande maioria das pessoas hoje na internet, os blogs ainda são uma grande ferramenta. Mas toda vez vemos falar assim: Os Blogs estão morrendo! Os blogs foram superados, curso seo de verdade!

E o fato é que os blogs não são superados. É sobre isso que eu quero mostrar pra você. Há cada vez mais demanda sobre o uso de blogs e é possível sim que os blogs perdurem muitos e muitos anos. Por que eles têm uma capacidade de adaptação às novas realidades da internet, que outras estruturas não conseguem ter por mais que eles evoluam e cresçam. Eventualmente outras plataformas e outros serviços vão acabar. As redes sociais, a história da internet está aí pra mostrar que os melhores serviços que nós tínhamos 10 anos atrás, 5 anos atrás hoje não são tão usados.

E os blogs têm uma capacidade de adaptação muito grande, às vezes até maior do que estas grandes redes e serviços porque boa parte das estruturas dos blogs são de código aberto, estão abertas a adaptações de terceiros. Ou seja: não é uma empresa dizendo como os blogs tem que ser. Nem quais são as regras do funcionamento dos blogs, das estruturas e dos serviços.

A era dos blogs

Haja vista que nós temos com o WordPress que é um desenvolvimento aberto com milhares de pessoas trabalhando nele para torná-lo uma estrutura cada vez melhor e maior, mais eficiente para atender às necessidades de muitas pessoas. E isso torna os blogs mais adaptáveis às grandes mudanças. Acontece muitas vezes dos blogs serem os pioneiros das mudanças da internet como nós tivemos com HTML5, CSS o abandono do flash e tudo isso são revoluções que os blogs e impuseram parar na internet, à grande massa da internet.

E com tantos recursos de tantas coisas que existem hoje, por que é que os blogs não são abandonados? A verdade é que muita gente, a maioria das pessoas abandonou a intenção de criar blogs e migraram para outros serviços porque o que elas queriam do blog, elas encontraram nestes outros sistemas, nestes outros formatos de publicar conteúdo: seja uma FanPage/Facebook ou seja uma conta no Twitter ou até um canal do Youtube. Ela só queria um elemento do blog e não toda a estrutura. Só que é um risco muito grande quando você abraça esses recursos de outras plataformas, por exemplo, o Youtube: se estas plataformas mudam as suas regras… ou se simplesmente resolver acabar, encerrar, deixar de existir você vai ficar na mão; você vai ficar sem aquele seu conteúdo, ou sem aquele local que gostavam tanto para produzir.

Invista seu tempo na ferramenta certa

Isso fica muito mais explícito quando nós olhamos o Facebook, alguns poucos anos atrás – dois anos atrás – muitas empresas estavam migrando tudo que tinham para as FanPages do Facebook e quando aquela empresa resolveu mudar as regras de funcionamento das FanPages, seo de verdade vip, o alcance que as publicações teriam e a necessidade que você tem de impulsionar suas publicações pra que todos da sua base de fãs encontre seu conteúdo, você ficou na mão. Essas empresas e outras pessoas profissionais ficaram na mão, porque precisam agora gastar algum dinheiro pra alcançar toda a sua base, descobrir novas técnicas e novos métodos e estão reféns da estrutura do Facebook.

O que aconteceu é que nós tivemos uma grande transformação e adaptação nos blogs. Eles estão cada vez mais profissionais – ou seja – aquelas pessoas que usavam os blogs de forma muito amadora, aquele diário virtual, isso está caindo em desuso; as pessoas não estão mais usando os blogs pra isso e é uma exigência de que os blogueiros sejam cada vez mais profissionais e mais eficientes naquilo que fazem para atrair seu público. É o fim do amadorismo para os blogs. Por isso diminuiu muito a quantidade de pessoas que criam novos blogs, por que há uma percepção clara de que você precisa ser cada vez mais profissional e eficiente no que você faz.

Isso também acontece claramente nos canais no Youtube e fica mais evidente ali. O que hoje nós temos de produtor de conteúdo em vídeo cada vez mais eficientes e profissionais, mesmo aqueles mais jovens, faz com que os armadores desistam da ideia ou não alcancem um público que eles imaginavam que teriam. Há uma divisão de profissionalismo que faz com que as plataformas cresçam mais e melhor e isso tem acontecido com os blogs. E as Rede sociais vêm e vão. Nos serviços de internet cada dia há algo novo acontecendo. Cada dia novos serviços e sistemas.

E você não pode ficar à mercê de tudo isso. O blog é o grande agregador de todos esses serviços. É possível ter a sua FanPage, seu conteúdo do Facebook, do Twitter, do Instagram e de qualquer outro serviço na internet agregado dentro do seu blog e lá é o lugar perfeito pra você fidelizar as pessoas.

É mais fácil fidelizar seu público em uma única plataforma. O blog é seu! Você não está sujeito às regras, aos termos e condições que uma outra empresa impõe. Você não estaria à mercê das mudanças que essas outras empresas e serviços vão acabar exigindo de você e você não é dependente delas. O blog é seu. Lá você monta a estrutura do seu jeito; você fideliza o seu público da sua forma; tem a sua linguagem, o seu estilo.

Mesmo que você use canal no Youtube, Podcast e tudo o mais que existe na internet. Você pode colocar tudo isso agregado dentro do seu blog. E se alguma dessas redes sociais e serviços acabar você não vai ficar na mão, porque você vai continuar agregando seu público ali dentro do blog e vai poder migrar com eles para outro serviço que surgirem, mas o seu blog sempre vai ser o centro.

Eu acredito que esse é o ponto principal deste artigo: as pessoas exigem cada vez mais profissionalismo da produção de conteúdo na internet, e se você quer ser blogueiro, você precisa ser mais profissional, mais eficiente! E na sua opinião: qual o futuro dos blogs?

Leave a Reply